Feriado de Páscoa - onde deixar o seu pet - Manual do Casal Hype
Categorias,  Viagem

Feriado de Páscoa: Onde deixar o seu pet enquanto viaja?

Uma das datas preferidas dos casais para visitar a família e matar a saudade de todos se aproxima, o feriado de páscoa. Momento de união, de reencontrar os parentes queridos ou de simplesmente sair para viajar com o mozão, relaxar e descansar um pouco da rotina. Mas, e o seu pet? Como ele vai ficar enquanto estiver viajando?

Essa é uma preocupação frequente na vida dos casais que possuem animais de estimação mas que não querem abrir mão de uma vida com passeios e viagens. Porém, graças ao mundo das novas ideias e inovações em serviços, hoje temos muitas opções para unir o útil ao agradável, isso é, poder viajar sem se preocupar se o seu pet ficará bem e em segurança. Vamos te explicar como, bora lá:

Deixando o seu pet em segurança:

Casal - onde deixar o seu pet enquanto viaja - manual do casal hype

* Amigos e Vizinhos:

Vou começar com esta opção por ser a forma mais “fácil” de resolver o problema em questão. Se você tem uma relação bacana com seus vizinhos/amigos, procure conversar com eles e analisar a possibilidade de cuidarem do seu animal enquanto estiver ausente. As vezes isso pode ser uma moeda de troca e quando o seu vizinho ou amigo viajar, você pode cuidar do pet dele também. A desvantagem de escolher esta opção é você depender da boa vontade das pessoas em cuidar o melhor possível do seu pet, que pode variar de pessoa para pessoa essa preocupação, e como você não está pagando por um serviço, fica mais complicado cobrar depois por algo que você não tenha gostado.

Lembrando que, não importa qual a forma que você escolha deixar o seu animal, é preciso priorizar a segurança do pet e principalmente o mínimo de estresse possível. Não se esqueça que você, tutor, estará ausente, então quanto menos mudança ocorrer na vida do animal nesse período será melhor.

Serviços pagos de cuidados para pets:

* Hotel e creche para pet:

Hoteis - onde deixar o seu pet enquanto viaja - manual do casal hypeVantagens: Muito comum nas grandes cidades, o hotelzinho e creche para animais é uma ótima opção para você deixar o seu pet enquanto viaja. São locais monitorados, com assistência profissional o tempo todo e muitos estabelecimentos trabalham com escala de atividades e exercícios para o seu animal no período em que estiver hospedado. Existem hotéis com programas de adestramento, socialização, recreação e dog walker (passeador de cães). É bem bacana essa opção e muitas vezes vale você manter o animal nesses programas mesmo que não esteja viajando, como uma creche para passar o dia.

 

Gato - onde deixar o seu pet - Manual do Casal HypeDesvantagens: É preciso analisar criteriosamente o estabelecimento e garantir que eles tenham um programa de controle epidemiológico no local, isto é, garantir que todos os animais que passam pelo hotel estão devidamente vacinados, vermifugados e com controle de ectoparasitas (no caso dos cães um exemplo é o carrato). Tudo isso porque queremos que o nosso bichinho volte saudável para casa e não com algum problema de saúde ou doença. Outra atenção muito importante nesse caso é se o seu animal é sociável. Mas, por que isso? Porque nos hostelzinhos os animais vão ficar em um ambiente com outros animais, pelo menos em algum período do dia, e se o seu animal for do tipo teimoso, briguento, estressado e que nunca teve contato com outro bicho, vale pensar se o que poderia ser um programa de atividades bom não irá virar uma guerra. Isso então significa que animais com essas características devem ser excluídos da socialização? Não! de maneira nenhuma. Isso significa que você precisa trabalhar algumas pilares fundamentais na relação com o seu animal, antes de expor o bichinho para atividades sociáveis. Fazendo um reflexão dessa situação animal com uma situação dos humanos, é como cuidar de uma criança, primeiro você educa ela em casa para depois ela começar a frequentar a escola – o raciocínio é o mesmo.

Preços: Pacotes e valores são bem variáveis de acordo com o porte do animal, espécie e atividades que serão incluídas na hospedagem. Se o orçamento estiver curto, vale a pena repensar esse caso.

Uma ótima opção para aprimorar esses pilares e ter uma relação mais equilibrada entre você e o seu cão, são os exercícios e treinamentos de comandos feitos em casa mesmo. Você não precisa de um profissional para isso. Será ainda melhor para o cachorro desenvolver esse condicionamento diretamente com o seu tutor. Dá uma conferida: Guia de Adestramento de Cães , seu amigo de quatro patas agradece!

* Pet Sitter (Babá de Animais)

Vamos dividir essa categoria em duas pois, existem no mercado profissionais que cuidam dos animais nas suas próprias residências ou vão até a residência do tutor.

Cão - onde deixar o seu pet enquanto viaja - manual do casal hypeVantagens: O profissional pet sitter (babá/cuidador de pet) é a pessoa contratada para cuidar do seu bichano enquanto você estiver ausente. Atualmente existem muitos profissionais que cuidam dos pets em suas residências. Basicamente, funciona da seguinte forma: você contrata o serviço de cuidador com a pessoa, período e horários, e quando chegar a data você leva o animal até a residência do cuidador e retornando da viagem você vai buscá-lo e acerta o pagamento. É bem simples. Inclusive hoje no Brasil, existe uma empresa que trabalha com esse credenciamento de pessoas para esse serviço e a logística de distribuição desses cuidados, é a Dog Hero.

Desvantagens: Apesar de ser um ótimo serviço, tem os seus pontos negativos. Você ter que levar o seu animal até a residência de outra pessoa pode acabar gerando algumas dores de cabeça. Começa pela socialização porque se a pessoa possuir outros animais ( o que é muito comum), caímos no problema que citamos acima. E se o seu animal não ficar bem com os outros? e se brigarem? e se a pessoa tiver gatos e você está levando um cachorro? e se for o contrário? muitas são as questão a se avaliar. Outro ponto importantíssimo e inegável é o estresse. Pensa, o seu animal estará em um outro ambiente, com outros cheiros, outra rotina, outros hábitos e para ele pode ser uma mudança muito chocante e impactante. É claro que a maioria dos animais fica muito bem, se não esse tipo de serviço não existiria, mas vale tomar cuidado para que o seu animal não seja o lado oposto da maioria.

Preços: No caso da Dog Hero, no site eles explicam certinho como funciona e principalmente o valor dos pacotes. O bom é que dá para pagar no cartão de crédito e os planos são acessíveis.

* Pet Sitter e Dog Walker

A outra opção para o pet sitter, e que eu acredito ser a menos estressante para o animal e trabalhosa para o tutor, são os cuidados na residência do tutor. Você só terá o trabalho de planejar a sua viagem, contratar o serviço, conhecer a pessoa cuidadora do seu animal, explicar a rotina do bicho e entregar a chave da sua casa/apartamento. Pronto, simples assim!

Coelho - onde deixar o seu pet enquanto viaja - Manual do casal hype
Essa é a Rhuane, no seu trabalho de pet sitter, cuidando da coelha Penélope.

Vantagens: Não precisa levar o animal em lugar nenhum, não precisa esquentar a cabeça com o seu pet mudar de ambiente, se outros animais estão vacinados, estresse, enfim… é um serviço prático e desenvolvido para facilitar a vida do tutor e manter o animal o mais confortável possível – na sua própria casa. Além disso, muitos cuidadores também trabalham com o serviço de dog walker (passeio de cães) associado ao pacote, então isso gera uma garantia de que o seu pet estará em segurança, na sua própria casa, sem mudança estressante de cheiros e ambiente e ainda terá passeios recreativos enquanto estiver ausente – isso é ótimo 😉

Essa opção também vale muito a pena para casais que tem gatos, que são extremamente sensíveis a mudanças de ambiente, e outros pets como: coelhos, hamster, passarinho, tartarugas, porquinho da índia, furão, cobras, lagartos, etc. Ah! e outro ponto super importante, ter alguém cuidando da sua casa também.

Desvantagens: A confiança no profissional. Muitas pessoas podem não confiar em deixar a chave da sua casa com um “estranho” pelo receio de que alguma coisa seja roubada ou até mesmo que algo ruim possa acontecer com o seu animal. E tem a questão da própria segurança dos condomínios e prédios que às vezes não veem com bons olhos esse tipo de serviço. Uma dica é, estude os profissionais disponíveis na sua região e se for possível (se tiver um tempo) conheça o cuidador antes de fechar o pacote de pet sitter. Às vezes o receio que você tem de contratar alguém dessa forma, pode se tornar a melhor solução para estas situações e você poder viajar tranquilo sempre que desejar.

Preços: Neste caso os preços variam de acordo com a localização, mas, os pacotes são mais flexíveis e os preços bem variáveis – de R$40,00 à R$300,00 por visita, tudo depende de cada profissional.

Parabéns por vocês serem esse casal hype de coração enorme e ter a companhia de uma pet de estimação, mas, não deixem de viver a vida e aproveitar os bons momentos de uma viagem. Se não puder levar o seu pet com você, para fazer uma aventura em família, escolha algum dos serviços disponíveis no mercado e prepare as malas. Só não se esqueça da segurança e de manter o seu pet o melhor possível enquanto estiver ausente.

Se pretendem viajar nesta páscoa e gostaram das opções deste post para o seu pet, escreva aqui nos comentários. Ah! aproveita e tira uma foto em casal com o seu pet e marque #manualdocasalhype que iremos divulgar nas nossas redes sociais. Que tal? Adoramos uma foto em família. A nossa  foto está registrada aqui no blog mesmo, na área Sobre o Blog, dá uma olhadinha lá 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *